A Escola Juliano Varela realizou uma festa alusiva ao dia internacional da Síndrome de Down, comemorado no dia 21 de Março. A festividade foi na própria Escola no dia 20. Diversos artistas doaram seu trabalho animando uma tarde sertaneja.

As comemorações duraram o dia todo, com recreação na parte da manhã para as crianças até 12 anos. Já na parte da tarde os alunos de 13 a 50 anos dançaram e comemoraram embalados por uma violada composta pelos artistas regionais João Lucas e Walter Filho, Guilherme Viola e Robson Matos, Gilson e Junior, Felipe e Renan e Ronaldo Tomás. A sonorização foi proporcionada pelo DJ Faraco. Os artistas demonstraram muito entusiasmo em participar da festa, que não foi contida nem pela chuva.

João Lucas, que faz dupla com Walter Filho, já acompanha os trabalhos da Juliano Varela há alguns anos e falou da satisfação em participar sempre que possível desta comemoração: “Me sino satisfeito porque são pessoas especiais que merecem cuidados especiais, é um prazer estarmos aqui a convite da Malu e do Juliano que além de tudo é nosso amigo”.

A diretora da Escola, Maria Lúcia Varela, falou da importância de se comemorar o Dia Internacional da Síndrome de Down, na sua condição de mãe de Juliano Varela: “Este é um dia de agradecimento a Deus por ser uma mãe especial. Temos a oportunidade de receber o ensinamento para se ter o amor incondicional e exercitar o amor verdadeiro, onde tudo o que se quer é ver o filho feliz! Aprender a conviver com a diferença é exercitar esse amor e a solidariedade”.

Síndrome de Down

A síndrome de Down é uma ocorrência genética natural, que no Brasil acontece em um a cada 700 nascimentos e está presente em todas as raças. Por motivos ainda desconhecidos, durante a gestação as células do embrião são formadas com 47 cromossomos no lugar dos 46 que se formam normalmente.

Com apoio para seu desenvolvimento e a inclusão em todas as esferas da sociedade, as pessoas com síndrome de Down têm rompido muitas barreiras. Em todo o mundo, e também aqui no Brasil, há pessoas com síndrome de Down estudando, trabalhando, vivendo sozinhas, escrevendo livros, se casando e até chegando à universidade.

Fonte: Portal MS – http://www.portalms.com.br/noticias/Artistas-comemoram-dia-da-Sindrome-de-Down-com-a-Escola-Juliano-Varela-/Campo-Grande/Cidadania/33010.html