Foto: Reprodução/TV Gazeta

Jovem tem fala e movimentos prejudicados. Recém-formada, menina começou a escrever seu primeiro livro.

Com os pés a jovem Priscila Vieira escreve as palavras que representam a superação que passou. Vítima de paralisia cerebral ao nascer, Priscila conseguiu conquistar o sonho de se formar na faculdade de Administração aos 28 anos. Com a fala e os movimentos prejudicados, a jovem comoveu a família por meio das lutas e dificuldades vencidas.

“Foi o dia mais feliz do mundo. Eu e ela gritamos e comemoramos muito. Vê-la se formando foi maravilhoso”, afirmou a mãe, Placilda Barcelos Vieira. Maravilhado com a conquista, Benedito Vieira, pai de Priscila, confessou ceticismo no início. “Eu realmente não acreditava que ela fosse chegar aonde chegou”, disse.

Em frente a um computador, a nova administradora transcreve os momentos vividos e compõe seu primeiro livro. De acordo com a jovem, a paixão pela escrita se uniu à vontade de se tornar exemplo de determinação e amor à vida e resultou na concretização desse sonho. “Eu sempre quis ser alguém, era o meu sonho”, contou.

Apaixonada por praia, Priscila conta que foi nas areias do litoral que escreveu a primeira palavra com os pés. “Eu escrevi meu nome”, comemorou. A administradora já escreveu seu primeiro poema:

“Se você tem um sonho e pretende realizar Tenha fé, tenha esperança Que Deus irá te ajudar Lute e acredite que você é capaz Pois o tempo passa E as oportunidades não voltam jamais Para uma sonho se realizar é preciso ter esperança e coragem para lutar “.

Fonte: G1