O sociólogo Humberto Lippo é o novo Secretario Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência
O sociólogo Humberto Lippo é o novo Secretario Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência

Tomou posse na noite de ontem (12) o novo secretário nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Humberto Lippo, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR). A cerimônia foi realizada no auditório da SDH, em Brasília (DF) e contou com a participação de gestores setoriais, representantes de associações e federações de pessoas com deficiência, organismos internacionais, membros da equipe da SDH e conselheiros do Conade.

“Temos dois desafios fundamentais: transformar a Constituição de 88 em vida real para os brasileiros e brasileiras em todo o território nacional e fazer cumprir a Convenção da ONU sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência”, declarou a ministra Maria do Rosário. Na avaliação dela, é necessário dar continuidade às ações. “Cada governo traz novos desafios, e sei que podemos contar com o Conade (Conselho Nacional da Pessoa com Deficiência) nessa articulação”, afirmou.

A ministra agradeceu, em nome de todos os que já foram titulares da pasta Direitos Humanos, a doutora Izabel Maior, secretária nacional que deixou o cargo e toda a equipe que atuou ao seu lado durante oito anos. “Todos nós aprendemos com as pessoas com deficiência a não ter limites, a nos superar; a condição humana é uma condição de superação”, afirmou Maria do Rosário, que concluiu seu discurso afirmando ter total confiança em Humberto Lippo. “Há anos observo e admiro seu trabalho. Tenho certeza de que vamos juntos cumprir a legislação brasileira e ultrapassar as metas estabelecidas”.

“Temos, com a estrutura deixada, condições de alçar vôos ainda mais altos”, afirmou Lippo em seu discurso. Segundo ele, a inclusão é uma questão de desenvolvimento para o país e deve estar na pauta de discussão de forma permanente.
“Recebo esta responsabilidade e peço um voto de confiança: tenho certeza de que vamos dar conta do recado”, concluiu.

Humberto é sociólogo, professor e coordenou o Comitê de Acessibilidade da Universidade Luterana do Brasil (Ulbra). Foi secretário do Instituto de Pesquisa e Acessibilidade (Ipesa), presidente da Fundação de Articulação e Desenvolvimento de Políticas Públicas para PPDs e PPAHs no Rio Grande do Sul (Faders) e coordenador de Direitos Humanos da Prefeitura de Porto Alegre (RS).

“Foram 8 anos e três meses de muito aprendizado e conquistas, mas não tenho dúvida de que é possível e necessário avançar ainda mais”, afirmou Izabel Maior em seu discurso de despedida. Na avaliação dela, o Brasil de hoje é conhecido e reconhecido no mundo como país que respeita os direitos e a dignidade das pessoas com deficiência. “Podem contar com meu apoio e parceria; desejo sorte e força nas lutas do dia-a-dia”, concluiu Izabel.

Izabel é médica e professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), foi a primeira pessoa com deficiência a coordenar a Política Nacional de Inclusão das Pessoas com Deficiência no Brasil.

Fonte: SDH