Inclusive - lápis coloridos

Por Vitor Abdala, repórter da Agência Brasil

A especialista em educação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) Mirian Paura vê com grande expectativa a eleição de Dilma Rousseff para a Presidência da República. A pesquisadora acredita que o novo governo trará mudanças positivas para a educação brasileira.

Para garantir transformações efetivas no cenário educacional brasileiro, Mirian Paura defende que Dilma invista em questões como o combate ao analfabetismo e a universalização da educação básica, principalmente com o aumento de matrículas nos ensino médio.

“É preciso que haja alfabetização para todos e que o país tenha a oportunidade de ter todos os alunos nas escolas. Isso vai requerer um número maior de escolas e que essas escolas sejam um espaço que leve os alunos a uma formação devida”, disse.

A educadora também defende que se invista numa formação dos alunos voltada para a cidadania e a construção do sujeito. Outra necessidade do Brasil, segundo a especialista, é que haja um programa de formação continuada para os professores e que esses profissionais recebam salários dignos.

“Que eles tenham salários que representem e dignifiquem o seu trabalho. E também defendo um levantamento sobre a falta de professores, que está muito grande no Brasil.”

Segundo a especialista, Dilma também deveria fazer um levantamento em todas as unidades da Federação, para conhecer as principais demandas e necessidades de cada local. “Eu faria um levantamento para que tenhamos um diagnóstico, ou seja, se precisa fazer creche, se precisa de cotas etc., são muitos os problemas. Se ela não tiver uma organização das prioridades, não vai conseguir uma melhoria na educação do nosso país”, disse.

Edição: Juliana Andrade

_________________

Fonte: Agência Brasil