Daniela Traldi, da Rádio ONU em Nova York.

A Organização Mundial da Saúde, OMS, lançou esta semana a Rede Global de Cidades Amigas dos Idosos, como parte da resposta ao rápido envelhecimento das populações.

Segundo a OMS, os maiores desafios estão em países menos desenvolvidos. Até 2050, a estimativa é que 80% dos 2 bilhões de pessoas com 60 anos ou mais vivam em nações de média e baixa renda.

A Rede Global é continuação de uma iniciativa de 2006 que busca identificar elementos do meio ambiente urbano para ajudar no envelhecimento ativo e sadio das pessoas.

Regina Ungerer, médica e coordenadora da rede de informação em saúde em português da OMS, lembra que a população mundial envelhece a cada ano. Ela disse à Rádio ONU, de Genebra, que as cidades precisam se adaptar.
_______________

Fonte: Rádio ONU