INCLUINDO CRIANÇAS E JOVENS COM DEFICIÊNCIAS NA EDUCAÇÃO

Pôster distribuído em muitos países por

The Enabling Education Network – EENET
C/of Educational Support and Inclusion, School of Education, University of
Manchester, Oxford Road, Manchester M13 9PL, UK
Tel: +44 (0) 161 275 3711
Fax: +44(0) 161 275 3548
Email: info@eenet.org. uk,Website: www.eeeeenet. org.uk

Para os amigos que desejem obter mais informações da entidade
SAVE THE CHILDREN e THE ATLAST ALLIANCE(global support to disabled people)

Traduzido do inglês e digitado em São Paulo por Maria Amélia Vampre Xavier,
da Rede de Informações do COE – Área de deficiências – Secretaria Estadual
de Assistência e Desenvolvimento Social de São Paulo, Rebraf, SP, Carpe
Diem, SP, Sorri Brasil, SP, Fenapaes, Brasília( Diretoria para Assuntos
Internacionais) , Inclusion InterAmericana e Inclusion International em 3 de
outubro, 2007

Como todos sabemos, o mundo caminha para a inclusão educacional, inclusão
social, como um imperativo dos países e, visto do ponto de vista humano por
ser um DIREITO ESSENCIAL de cada pessoa. Isso não quer dizer que o caminho
pró inclusão seja curto ou leve e fácil, ao contrário, como processos
inclusivos envolvem esforços grandes inclusive da família, e da comunidade,
para a valorização de pessoas com deficiência intelectual, que é o caso que
mais nos preocupa, muita gente o questiona e se pergunta: por que devemos
mudar?

SAVE THE CHILDREN e THE ATLAS ALLIANCE produziram estas sugestões como um
grande painel, um poster, enfocando div ersos aspectos importantes da
questão para os quais devemos atentar:

POR QUE PROMOVER EDUCAÇÃO INCLUSIVA?

PORQUE:

· Ela reconhece que todas as crianças são capazes de aprender
· Possibilita que estruturas, sistemas e metodologias educacionais
possam atender às necessidades de todas as
· crianças
· Pode contribuir para a qualidade da educação para todos
· Possibilita que crianças com deficiências permaneçam com suas
famílias e comunidades
· Faz parte de uma estratégia mais ampla de promover uma sociedade
inclusiva
· É consistente com os princípios-chave da Convenção sobre os Direitos
das Crianças

CONVENÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS SOBRE DIREITOS DAS CRIANÇAS

Crianças deficientes têm direito a educação e as escolas têm a
responsabilidade de educar todas as crianças. Contudo, as necessidades
prioritárias de crianças deficientes não são especiais, são básicas.
Crianças deficientes necessitam alimento, abrigo, amor e afeição, proteção e
educação.

A Convenção dos Direitos das Crianças protege e promove os direitos de todas
as crianças, incluindo crianças com deficiência.

ARTIGO 2: Não – discriminação

ARTIGO 23: Direitos de crianças deficientes

ARTIGOS 28 e 29: direito a educação

Em educação inclusiva o sistema tem de mudar, não a criança.;

A melhora da escola pode ser resultado de educação inclusiva ou pode
fornecer a oportunidade para a promoção de práticas mais inclusivas. Seja
qual for a rota a ser tomada, deve ocorrer melhora na escola.

COMO PODEMOS APOIAR A EDUCAÇÃO INCLUSIVA?

· Realizar análises situacionais.
· Desenvolver escolas piloto
· Fazer “lobby” visando mudança de sistema em educação
· Promover políticas e legislação inclusiva
· Encontrar formas simples e de custo baixo que possam superar
barreiras no ambiente físico
· Criar ambientes de aprendizado amistosos para crianças
· Usar linguagem simples, clara e consistente
· Tornar agradável o aprendizado
· Tornar a educação mais adaptada à vida cotidiana e a situações do
lar
· Aceitar que as crianças aprendem a ritmos diferentes e variar os
métodos de ensino de conformidade
· Responder flexivelmente e criativamente às necessidades individuais
de crianças
· Ser flexível em relação a disposição de assentos – use tapetinhos,
blocos de madeira ou velhos pneus de carro
· Use métodos de ensino multi-sensoriais que atendam à diversidade dos
sentidos
· Encoraje os professores a observarem um ao outro e solucionar
problemas juntos
· Envolver os pais e os membros da comunidade em educação.

Como uma abordagem de duas vias para a Educação Inclusiva é necessário:

· mudar sistemas educacionais
· prestar atenção às necessidades específicas de crianças individuais

MUDAR O SISTEMA EDUCACIONAL

Fatores que levam à MELHORA DA ESCOLA

– ATITUDES POSITIVAS DO PROFESSOR
– MÉTODOS ALTERNATIVOS DE EDUCAÇÃO DO PROFESSOR
– CURRÍCULO CENTRADO NA CRIANÇA
– AUXILIARES DE ENSINO E EQUIPAMENTOS APROPRIADOS
– ENVOLVIMENTO DOS PAIS E DA COMUNIDADE
– PROFESSORES E ESCOLAS BEM APOIADOS
– MÉTODOS DE ENSINO FLEXÍVEIS
– ALUNOS QUE NÃO ABANDONAM A ESCOLA OU REPETEM DE ANO