Image may contain: 1 person

Descrição da imagem: Mulher em vestido esvoaçante, posando no pé de uma escada, apoiando uma bengala no primeiro degrau.

Por Daniel Monks

Traduzido de: https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10155806141316046&set=a.10150803276121046&type=3&eid=ARBLsvm38J9ggdjK54SooJ6Qwx3uSmj66pBBdxXLD0WsSymaF9eX6E-k5dP6v9QMYE3cVrPJI6QZhTa1

Esse post é longo, mas eu me senti compelido a escrevê-lo.

Ler e assistir Selma Blair compartilhar sua história foi absurdamente emocionante e revigorante para mim. Não porque ela está “superando” sua esclerose múltipla ou “inspirando” as pessoas sobre o quão “corajosa” ela é, como muitos dos jornalistas e publicações estão tentando pintar sua narrativa. Mas, apesar desses jornalistas, ela está reformulando sua narrativa – e, ao fazê-lo, reformula a forma como a maioria sem deficiência vê pessoas com deficiência e com doenças crônicas.

https://www.vanityfair.com/hollywood/2019/02/selma-blairs-transformation?fbclid=IwAR1LSh5EG-tgoKTnbsrhIl8EGG6ZPTYzb5m6Y7mz3KVAlk-RSNzbbhASBwU
https://www.youtube.com/watch?v=hsJOqH5BR3E

Aqui estão algumas citações de suas entrevistas que realmente se destacam para mim:

“Não é uma tragédia. Estou feliz e, se puder ajudar alguém a sentir-se mais confortável com seu corpo, isso vai além do que eu jamais fiz antes.” (😍😭)

“O médico disse: ‘Sua vida vai ser diferente para sempre’. E eu disse tipo “Bem, graças a Deus”.
(Meu coração cantava quando eu lia isso. Minha vida mudou para sempre quando me tornei deficiente – e, finalmente, ficou muito melhor e mais rica. Eu gostaria de saber disso quando me tornei deficiente, e aqui Selma Blair está dizendo isso.)

“Há uma humildade e uma alegria que tenho agora, apesar de ser uma alegria cansada.” (#yep #canrelate #sotired #sohappy)

Durante nossa conversa de três horas, Blair faz apenas uma queixa sobre seu diagnóstico de esclerose múltipla – e está relacionada com a falta de roupas estilosas disponíveis para pessoas com deficiência. “Como podemos fazer bengalas mais transadas? A minha é de couro envernizado, com um diamante rosa de verdade.”
(QUEEN 👑🙌)

Blair continuará atuando também. “Não sei se acreditava em mim mesma ou se tinha ambição antes do meu diagnóstico”, diz Blair. “E por incrível que pareça agora eu acredito em mim e tenho ambição, e não sei se é tarde demais.”
(Não é, e a indústria precisa atender a todos os recursos de acessibilidade que você precisa, Selma. Atenção todo mundo, dêem a ela todos os malditos papéis. Na verdade, dêem pra todos nós, atores com deficiência haha.)

Em resposta ao que a faz passar por esses dias difíceis (uma pergunta recorrente entre os jornalistas, pedindo uma resposta “inspiradora” sobre ela estar “corajosamente” lutando pela vida):
“Eu vou para a cama e não me mexo. Você tem que fazer isso, você não pode fazer tudo. Não há problema em me sentir mal e agora eu aprendi a não me sentir culpada por isso.”
(Caraca, isso me fez chorar. Eu gostaria de ter ouvido isso quando eu era mais jovem. Eu gostaria que toda pessoa com deficiência pudesse ouvir isso. Você não precisa se esforçar desnecessariamente e provar sua “habilidade” para ter valor ou mostrar a sua importância, seu valor & importância são inerentes – você pode descansar.)

Eu só estou vomitando meus pensamentos publicamente aqui, mas eu simplesmente amo a maneira como ela expressa tanta alegria e orgulho por sua deficiência. Sim, a deficiência pode ser absolutamente difícil e dolorosa, mas também pode ser muito alegre – e não vemos nem ouvimos isso ser dito em público o suficiente.

Em vez de serem “inspiração pornográfica” * para a maioria capaz “realmente apreciar” o que eles têm porque a deficiência obviamente é uma “tragédia” – ou “inspirá-los” a “superar” qualquer dificuldade que possam ter, porque obviamente nada é tão difícil do que ter uma deficiência – ela inspirou este ser humano deficiente a ser. Simplesmente ser. Nada mais, nada menos. Que presente incrível ela é para o mundo.

Eu quero ser Selma Blair quando crescer.

Nota da Inclusive: A atriz Selma Blair compareceu à cerimônia do Oscar 2019 usando uma bengala, depois de tornar público seu diagnóstico de esclerose múltipla.