Uma cadeira de rodas estilizada e duas pessoas mais o título do evento

Se falar de sexo com abertura e naturalidade já é um tabu, levantar a sexualidade entre pessoas com deficiência acaba sendo ainda mais difícil. Fato é que o sexo faz parte de nossas vidas e precisamos erradicar preconceitos e quebrar estigmas.

Para tal, neste sábado (17), o produtor cultural Heitor Werneck realiza uma mesa redonda com diversos deficientes para que possam trocar experiências e relatos entre si, bem como exclarecer ao público questões que não são, infelizmente, rotineiramente abordadas.

Será uma excelente oportunidade para que os portadores de deficiência possam ter espaço de fala e se fazerem ouvir.

Na ocasião também será exibido o filme ‘O Corpo Que Fala’.

O encontro rola das 18h às 20h, no Museu da Diversidade Sexual (Estação República do Metro, R. do Arouche – República, São Paulo), com entrada franca.