Por Marta Gil *

Leitura é magia: num instante, sinais se transformam em letras, que formam palavras, que formam frases, que se tornam portais para terras exóticas, para o passado, o futuro ou mesmo o presente. Ela nos transporta ao tempo em que os bichos falavam, desvenda segredos da Natureza e abre as portas da Ciência, da Literatura, da Fantasia e da Imaginação.

Ela também é um direito garantido pelo Decreto legislativo 186 (2008) e pelo Decreto executivo 6949 (2009), que ratificaram e promulgaram a Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência (CDPD).

A CDPD garante a “plena e efetiva participação e inclusão na sociedade, o respeito pela diferença e a acessibilidade” (art. 3); “o superior interesse da criança receberá consideração primordial, em todas as ações relativas às crianças com deficiência” (art. 7); “(…) liberdade de buscar, receber e compartilhar informações e ideias” (art. 21); “sistema educacional inclusivo em todos os níveis e aprendizado ao logo da vida (art. 24); “acesso a bens culturais em formatos acessíveis (art. 30).

Dicas de alguns livros com versões acessíveis:

Capa do livro Adélia Esquecida, no qual se vê parte de um casaco

· Coleção Adélia – “Adélia Cozinheira” (esgotado), “Adélia Esquecida” e “Adélia Sonhadora”. Idealização: Lia Zatz (escritora), design de Wanda Gomes e ilustrações de Luise Weiss. Sua concepção inclusiva permite aliar experimentação sensorial e imaginário, braile e cores fortes e contrastantes, brilho, texturas e aromas. O sistema de impressão desenvolvido por Wanda Gomes – Braille.BR® garante durabilidade e qualidade.

A Coleção recebeu prêmios no Brasil, México e Argentina.

“Adélia Esquecida” e “Adélia Sonhadora” – compra direta na WG Produto (wandagomes@wgproduto.com.br) ou tel. (11) 5522-7462 / (11) 99940-2171.

· “Mude seu falar que eu mudo o meu ouvir”. É o primeiro livro escrito por jovens com síndrome de Down. Ver: http://www.carpediem.org.br/si/site/0700

· “O Ministério Público do Trabalho e os Direitos dos Trabalhadores”, formatos para download: português (áudio, texto e livro digital); Libras; formato para pessoas com deficiência visual e texto simplificado. Ver: http://www.pcdlegal.com.br/cartilhampt/convencional/index.php#.U76ZZfldX9s

· Projeto Baú das Artes (Editora Evoluir) – Edição 2014 – Produção de vinte livros paradidáticos com audiodescrição, para crianças com deficiência visual, baixa visão e deficiência intelectual. A audiodescrição foi feita pela Iguale (www.iguale.com.br), que adaptou o conteúdo, compôs trilhas sonoras para cada livro e gravou. Em cada audiolivro, além do narrador principal e do narrador audiodescritor, outros atores interpretam as personagens. Todos os CDs receberam o título do livro em braile, para a devida identificação. www.baudasartes.net

(*) Autora do livro “Caminhos da Inclusão – a trajetória da formação profissional de pessoas com deficiência no SENAI-SP” (Editora SENAI, 2012), organizou livros; tem artigos publicados; participa de eventos no Brasil e no exterior; Fellow da Ashoka Empreendedores Sociais e faz parte do Conselho Curador do Instituto Rodrigo Mendes. Áreas de competência: Inclusão na Educação e no Trabalho.