Foto: Iara Xavier/Caçadores de Bons Exemplos

Ação: Circo do Capão
Objetivo: Escola de circo
Cidade: Vale do Capão – BA
Saiba mais e como ajudar em: www.cacadoresdebonsexemplos.com.br

Em janeiro de 1988, a partir da iniciativa de Jean-Paul e Mary, casal franco-brasileiro, ele com formação na área Circense, ela Assistente Social; montaram uma operação piloto comportando um espetáculo de circo seguido da I Oficina de Artes Circenses no Vale do Capão.

Sob a regência de adolescentes em formação da Escola Picolino de Salvador e de Jean-Paul, então profissional da mesma escola, a experiência circense começou para as crianças do Capão, A Escola começou a se construir lentamente com os poucos recursos existentes, um prédio escolar abandonado sedido pela comunidade, um pedaço de lona estendida, material de circo trazido em dois baús e a vontade de estabelecer uma escola de circo no Capão.

Da primeira oficina nasceu o espetáculo “Alegria da Chuva” formado pelos próprios participantes, que de espectadores passaram a protagonistas. A I Oficina e os resultados obtidos por ela se tornaram grandes motivadores para a continuação do projeto.

Pouco a pouco, a escola foi tomando forma, houve a formação de um grupo de crianças assíduas gerando uma atividade circense cotidiana e estruturada.

A Escola de Circo do Capão, tem realizado há oito anos oficinas e espetáculos de artes do circo, que tem proporcionado a integração da arte circense com outras “disciplinas” como teatro, dança, música, artes plásticas, capoeira, resgatando e difundindo a arte do circo como cultura popular e palco de expressão de artes diversas. Acima de tudo, este projeto vem proporcionando a população menos favorecida a oportunidade de, através da arte circense, encontrar uma ocupação artística profissional e, além disso, de manter vivo os valores culturais locais a partir das apresentações ao público, que sempre buscam em seus temas ressaltar esses valores.

Muitos espetáculos foram criados e apresentados.

Em 2002, alunos do grupo avançado, que se destacaram, após 4 anos de atividades, foram avaliados e selecionados, considerando–se: o nível técnico, a disciplina, a freqüência nas oficinas e treinamentos e a proximidade da maioridade. Começaram as suas formações como monitores-estagiários habilitando-se para a multiplicação de alunos e novos estagiários no Circo. Em 2003 uma conquista importante para o circo e a comunidade, a obtenção de uma lona, com dimensões tais, que transformou o espaço do circo numa grande arena com capacidade para abrigar as diversas expressões artísticas desenvolvidas neste Vale Encantado, e nasceu o Centro Cultural Safar Miramas.

Em 2005, a criação da Associação Safar Miramas de Artes no Circo, que pretende ampliar o leque de opções de atividades artísticas- culturais desenvolvidas sob a lona, além da arte circense, a música, a dança, artes plásticas, o teatro, artes visuais, espaço para exposições, palestras, videoteca, biblioteca e outras formas de expressões artísticas, fortalecendo o Centro Cultural.

Atualmente, a Escola de Circo do Capão, funciona regularmente com o seguinte quadro: 1 professor de acrobacia/coordenador, 5 monitores, 2 monitores-estagiários, uma assistente social/coordenadora e alunos do Grupo Infantil e Adultos que seguem nas suas formações. O Centro Cultural segue propondo espetáculos, oficinas e intercâmbios culturais com artistas de todas as tribos convidadas e as que estão de passagem pelo Capão.

A Escola de Circo do Capão se propõe a ampliar a sua ação social para a sede do município e adjacências, em parceria com o poder público e a família das crianças e adolescentes envolvidos.

A formação na arte circense e outras expressões artísticas da população infanto-juvenil da região seguirá os seguintes cicols de apredizagem:

– Ciclo de Orientação

Aprendizagem geral das técnicas do circo: acrobacia, contorção, corda indiana, equilíbrio em arame, malabarismo, monociclo, palhaço, tecido e trapézio; e preparatório ao ciclo de qualificação. O aluno segue um curso pluridisciplinar, onde conhece as técnicas oferecidas. Neste ciclo, os alunos são orientados para as especializações mais adequadas a seus interesses e habilidades. Após a escolha, o aluno é engajado no grupo de iniciantes de acordo com a sua faixa etária, em turno e horário opostos ao seu horário escolar. Este ciclo tem a duração de aproximadamente 6 meses, a condição de participação deste ciclo é estar cursando a escola formal e ter acima de 5 anos;

– Ciclo de Qualificação

Aprendizagem específica das técnicas do circo, trabalho direcionado às especializações escolhidas no ciclo anterior e formação das disciplinas de base. As artes de cena já podem ser associadas de maneira regular, podendo o aluno participar de espetáculos. O aluno segue a cada semana, no mínimo, o curso artístico de base — a acrobacia e os dois cursos complementares escolhidos. Passando por esta etapa, o aluno estará apto a seguir como um monitor-estagiário, caso seja de seu interesse e se houver afinidade por parte dele com os objetivos do projeto. Este ciclo tem a duração de aproximadamente 8 meses, a condição de participação deste ciclo é ter passado pelo ciclo de orientação e desejar seguir na sua formação na arte circense;

– Ciclo de Formação Profissional

Capacitação técnica e pedagógica de jovens como artistas ou instrutores de circo. Formação de novos multiplicadores que, a exemplo de jovens do Vale do Capão irão gerenciar a oficina de formação para outros jovens.

Trabalho sobre criação (cenário, direção, figurino, maquiagem) e preparação de números individuais e coletivo. Os alunos podem montar e treinar seu número de espetáculo e já podem participar da Companhia de Espetáculos do Circo do Capão, participando de turnês. Passando por esta etapa, o aluno estará apto a seguir como um monitor, caso seja de seu interesse e se houver afinidade por parte dele com os objetivos do projeto.

Este ciclo tem a duração de aproximadamente 10 meses, a condição de participação deste ciclo é ter passado pelo ciclos de Orientação, Qualificação e ter identificado na arte circense uma alternativa profissional, seja seguindo a sua formação de instrutor ou artística.

Saibam mais e como ajudar: http://circodocapao.blogspot.com.br Telefone: (55) 75 3344- 1151(Falar com Paulo ou Mary) Email: circodocapao@hotmail.com

/ /