O Instituto Noisinho da Silva tem o prazer de anunciar o 5a ano do workshop Oficina da Ciranda. Assim como nas edições anteriores reafirmamos nosso compromisso com a inclusão e nossa parceria com o Salão de Encontro que nos dias 28 e 29 de abril abrira suas portas aos pais de crianças entre 1 e 6 com dEficiência física que fabricarão uma cadeirinha para seus filhos se assentarem no chão, a cadeira Ciranda. A Ciranda retifica a postura permitindo que os meninos se assentem sem ajuda, de maneira segura, prevenindo atrofias musculares, problemas respiratórios, gástricos, proporcionando a conquista do chão como espaço de aprendizado e entretenimento. Com isso, a eles desenvolvem novas habilidades motoras e cognitivas trazendo uma melhora na qualidade de vida não só das crianças beneficiadas, mas também de todos os que convivem com elas. Cria-se, assim, também, um facilitador para que esta criança vá retificada a escola normal inclusiva. Esta edição atenderá famílias de Betim, Contagem, Ribeirão das Neves e Belo Horizonte. Para a presidente do Instituto Noisinho da Silva, Maria Gezica Valadares, “a doação final é fruto do trabalho e responsabilidade dos pais diante da busca de solução para os problemas enfrentados por seus filhos dEFICIENTES”.

A Oficina da Ciranda divulga as técnicas de confecção da cadeirinha a todos os interessados, que depois passam a atuar como multiplicadores utilizando o manual de fabricação que explica detalhadamente o processo. E, enquanto os adultos aprendem a construir a Ciranda, que ao final de cada Oficina é doada a seus filhos (as), os pequenos se divertem em atividades culturais aos cuidados de recreadores e cuidadores habilitados (Cada Oficina recebe entre 20 a 30 crianças). A terapeuta ocupacional da APAE de Pará de Minas, Dulcemar Santos Leão Lopes, que participou da Oficina da Ciranda, parabenizou o Instituto por proporcionar “a oportunidade das famílias participarem deste projeto”, e destacou a receptividade e o carinho das pessoas que trabalharam no evento.

A Ciranda foi finalista do Prêmio Criança, da Fundação Abrinq, em 2006; da feira de design IF, em Hannover, em 2007; Menção Honrosa no Museu da Casa Brasileira, 2007; do Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social, edição 2007; selecionada na 2ª Bienal de Design, em Brasília, Outubro de 2008; Premio Empreendedor Social da Folha de São Paulo/Fundacao Schawb, 2009.

A Oficina da Ciranda divulga as técnicas de confecção da cadeirinha a todos os interessados, que depois passam a atuar como multiplicadores utilizando o manual de fabricação que explica detalhadamente o processo. E, enquanto os adultos aprendem a construir a Ciranda, que ao final de cada Oficina é doada a seus filhos (as), os pequenos se divertem em atividades culturais aos cuidados de recreadores e cuidadores habilitados (Cada Oficina recebe entre 20 a 30 crianças). A terapeuta ocupacional da APAE de Pará de Minas, Dulcemar Santos Leão Lopes, que participou da Oficina da Ciranda, parabenizou o Instituto por proporcionar “a oportunidade das famílias participarem deste projeto”, e destacou a receptividade e o carinho das pessoas que trabalharam no evento.

A Ciranda foi finalista do Prêmio Criança, da Fundação Abrinq, em 2006; da feira de design IF, em Hannover, em 2007; Menção Honrosa no Museu da Casa Brasileira, 2007; do Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social, edição 2007; selecionada na 2ª Bienal de Design, em Brasília, Outubro de 2008; Premio Empreendedor Social da Folha de São Paulo/Fundacao Schawb, 2009.

Contato:
Brian Cardozo e Gonzalo Castillo | assessoria de comunicação
(31) 2552 7811
(31) 92636139 e 94362871
www.noisinhodasilva.org.br
comunicacao@noisinhodasilva.org.br

Leia também: