Foto: Ana Carolina Paulino. O local ficou tomado pela lama e água que destruíram documentos, equipamentos eletrônicos e brinquedos.

A APS Down, localizada na zona oeste de Londrina, que atende pessoas com Síndrome de Down, foi destruída pelas fortes chuvas registradas no sábado (16). A diretoria pede a ajuda da população com doações para reconstruir o local e repor as perdas com os equipamentos eletrônicos, brinquedos e material utilizado para os serviços de saúde.

A tesoureira da APS Down, Elena Veronesi, explicou que o local está interditado, após análise do Corpo de Bombeiros. “Devido às fortes chuvas, mais bueiros entupidos, mais estouro do cano da Sanepar, tudo isso contribuiu para derrubar o muro externo. Ele caiu em cima do nosso edifício e entraram toneladas de água durante umas cinco horas até que a Sanepar fizesse o estancamento. Nós perdemos tudo”, contou.

Além de atender cerca de 130 pessoas com Síndrome de Down, a instituição mantém um Centro de Educação Infantil para 52 crianças. Esta semana, as aulas estão paralisadas e os atendimentos serão feitos no Instituto dos Cegos, vizinho da APS Down que cedeu várias salas para ajudar a instituição.

“Como toda as nossas tomadas foram danificadas, nós estamos sem telefone fixo. Nós pedimos à população que entrem em contato para doações por dois celulares, 9995-4388 ou 9993-9038. Nós estamos precisando de tudo, principalmente produtos de limpeza, vassouras, rodos, caçambas para entulho”, comentou.

As chuvas ainda danificaram documentos, computadores e até mesmo o material de fonoaudiologia, fisioterapia, terapia ocupacional, psicopedagogia, psicologia e pediatria. A APS Down espera ter a ajuda da sociedade londrinense para recuperar o que foi perdido.

A APS Down fica na Rua Plutão, 245, no Jardim do Sol.

As chuvas causaram estragos em todas as regiões de Londrina. Nesta segunda-feira (17), o prefeito Barbosa Neto decretou estado de emergência e acredita ser preciso cerca de 60 dias para reparar os danos.

Fonte: odiario.com