As inscrições para a 4.ª edição do Prêmio ODM Brasil estão sendo recebidas desde as 8h desta segunda-feira (1.º) até as 23h55 do dia 31 de outubro. O Prêmio ODM Brasil foi criado em 2004 pelo governo federal – por meio da Secretaria-Geral da Presidência da República – pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e pelo Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade (Nós Podemos).

As inscrições são gratuitas. O objetivo do Prêmio é valorizar e reconhecer publicamente práticas sociais desenvolvidas por prefeituras e organizações da sociedade civil que contribuam com o alcance as metas do milênio. As metas foram estabelecidas pela Organização das Nações Unidas (ONU), no ano 2000, com o apoio de 191 nações, e ficaram conhecidas como Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM). [leia o regulamento]

Podem ser inscritas práticas que atendam a um ou mais Objetivos. São eles:

  • Erradicar a extrema pobreza e a fome;
  • Educação básica de qualidade para todos;
  • Promover a igualdade entre os sexos e a autonomia das mulheres;
  • Reduzir a mortalidade infantil; Melhorar a saúde das gestantes;
  • Combater o HIV/AIDS, a malária e outras doenças;
  • Garantir sustentabilidade ambiental e
  • Estabelecer parcerias para o desenvolvimento.

Critérios de seleção
As práticas inscritas são avaliadas e selecionadas por técnicos e especialistas nos ODM do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e da Escola Nacional de Administração Pública (Enap). As melhores iniciativas serão reconhecidas desde que atendam a alguns critérios, entre eles:

  • contribuição para os ODM;
  • impacto no público atendido,
  • participação da comunidade,
  • existência de parcerias,
  • potencial de replicabilidade e
  • articulação com outras políticas públicas.

Clique aqui para inscrever uma prática

Fonte: ODM Brasil