Logotipo Rio + 20 - Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável
Logotipo Rio + 20 - Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável

Um seminário internacional reúne nesta semana no Rio de Janeiro 150 representantes de organizações e movimentos sociais do Brasil e do mundo para a discussão da Rio + 20 e para iniciar os preparativos do encontro paralelo ao evento oficial das Nações Unidas.

O Seminário Internacional das Redes e Movimentos sobre a Rio + 20 ocorre nos dias 30 de junho, 1º e 2 de julho. No último dia, haverá uma plenária aberta de mobilização, para a qual se espera um público de 500 pessoas. O evento ocorre no Instituto Bennett, no Flamengo, zona sul do Rio de Janeiro.

No dia 1º de julho, serão anunciados detalhes do evento paralelo à Rio + 20 oficial, a ser realizado também em junho de 2012. O evento da sociedade civil tem por enquanto o nome provisório de Cúpula dos Povos.

Aos moldes do Fórum Global da Eco-92, o encontro da sociedade civil planeja reunir diversas organizações e iniciativas, ligadas ao meio ambiente e também a outras temáticas. O evento apresentará exemplos de experiências e projetos alternativos ao atual modelo de desenvolvimento.

O encontro tem o objetivo de pressionar pela ampliação da pauta de discussões da Rio + 20 oficial. Para além de governança global e da chamada economia verde, um outro modelo de desenvolvimento e os compromissos da ECO-92 também teriam que ser debatidos.

“Não podemos viver num mundo onde uma camiseta é produzida em diversos países. Quanto se gasta de recursos naturais? Se você embute o custo de transporte, de energia, de emissão de carbono, você começa a ver que não é tão barato assim”, afirma Fátima Mello, do Comitê Facilitador da Sociedade Civil para a Rio + 20. É esse comitê que organiza o seminário internacional desta semana.

Nesta quarta, um dia antes do início seminário, o GT Rio do comitê realiza um encontro de formação sobre a Rio + 20, também no Instituto Bennett.

O site do comitê facilitador é www.rio2012.org.br.

Fonte: Ibase

Leia também: