Logotipo da Escola de Gente, uma pessoa segura na altura da cabeça as letras "e" e "g"

A entrega do Diploma de Honor y Reconocimiento à Escola de Gente e ao Governo Federal brasileiro será no dia 15 de dezembro de 2010, no Peru, durante o II Encuentro Internacional de Proyectos Inclusivos Exitosos, em evento protocolar na sede da Câmara de Comercio de Lima. A Escola de Gente estará representada por sua fundadora e superintendente geral, Claudia Werneck, e sua coordenadora técnica, Claudia Maia. O Oficineiros(as) da Inclusão foi o primeiro projeto da Escola de Gente, criado no ano de 2002, e que contou com o apoio imediato da hoje Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos das Pessoas com Deficiência, então Corde, e da Fundación Avina. Todos os países membros da OEA indicaram um projeto apoiado pelo governo e o Brasil foi o vencedor na categoria Desenvolvimento Social. Clique aqui e conheça mais sobre este projeto e sua história.

Premiação – Foi Juan Manuel Valladares Alarcón, presidente do Conselho Nacional para a Integração das Pessoas com Deficiência – Conadis, do Ministério da Mulher e Desenvolvimento Social do Peru, quem comunicou no dia 10 de dezembro à Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos das Pessoas com Deficiência que o Brasil havia sido premiado por seu apoio ao projeto Los Facilitadores de la Inclusión – Oficineiros(as) da Inclusão – da Escola de Gente, a partir de uma convocatória dos países membros da OEA. Na premiação em Lima, no dia 15 de dezembro, a Escola de Gente e o Governo Federal irão apresentar o projeto Oficineiros(as) da Inclusão no II Encuentro Internacional de Proyectos Inclusivos Exitosos.

Concorrentes – O premio II Encuentro Internacional de Proyectos Inclusivos Exitosos se divide em quatro categorias: Desenvolvimento Social, Educação, Saúde e Trabalho. O Brasil foi vencedor na categoria Desenvolvimento Social, concorrendo com projetos finalistas apoiados pela Colômbia e Peru. A Colombia apresentou o projeto “Deporte sin Limites”, apoiado pela prefeitura de Medellin; o Peru inscreveu o projeto “Um Portal Web para todos los Peruanos”, apoiado pelo Banco da Nação. Os demais vencedores foram, por categoria: Argentina, na categoria Educação, com o projeto “Programa Productivo Tecnológico y Social: Construcción de Dispositivos em las Escuelas Técnicas de todo el País para y com las Personas com Discapacidad”; Equador, na categoria trabalho, com o projeto “Servicio Ecuatoriano de Capacitación Profesional – SECAP; e Colombia, na categoria Saúde, com o projeto “Centros de Respiro”, da Fundación Carare.

A Escola de Gente, cada vez mais confiante na força das parcerias intersetoriais, tem imenso orgulho em divulgar essa premiação e a compartilha com a juventude que desde 2003 integra o projeto e com os(as) demais apoiadores(as) do mesmo, como a Save the Children Suecia.

___________________

Fonte: Escola de Gente