Quem recebe BPC agora poderá trabalhar sem perder o benefício

domingo, setembro 4, 2011
Ilustração de carta simbolizando o e-mail.

Envie por e-mail





Envie por e-mail | Aumentar a fonte do texto. Diminuir a fonte do texto. | Por Equipe Inclusive
Mão feminina segurando carteira de trabalho

Mão feminina segurando carteira de trabalho

Presidenta Dilma Rousseff sanciona lei que permite trabalho para beneficiários do BPC

A alteração na Lei Orgânica de Assistência Social autoriza pessoas com deficiência a trabalhar como aprendizes, sem perder o benefício. Também assegura que o beneficiário, se necessário, retorne ao BPC sem passar pela reavaliação médica

Pessoas com deficiência que recebem o Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC) poderão tentar o mercado de trabalho sem perder o benefício. A presidenta Dilma Rousseff sancionou, nesta quinta-feira (1º), conforme publicado no Diário Oficial da União, projeto de lei que altera a Lei Orgânica de Assistência Social (Loas), muda a definição conceitual de pessoa com deficiência e amplia a possibilidade de inclusão profissional desse público.

Antes, a pessoa com deficiência perdia o benefício caso tivesse atividade remunerada, inclusive como microempreendedor individual. A partir de agora, o beneficiário pode ingressar no mercado de trabalho e ter o benefício suspenso temporariamente. Se nesse período o beneficiário não conseguir se manter no trabalho ou não adquirir o direito a outro benefício previdenciário, ele retorna ao BPC sem precisar passar pelo processo de requerimento ou de avaliação da deficiência e do grau de impedimento  pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

O período de suspensão não é determinado pela lei, mas o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), responsável pela gestão do BPC, proporá ao Legislativo que seja de dois anos. Embora operacionalizado pelo INSS, o BPC não é pensão vitalícia nem aposentadoria. Os beneficiários passam por revisão do INSS a cada dois anos.

Aprendiz – Outra alteração na lei permite que pessoas com deficiência contratadas na condição de aprendizes continuem recebendo o BPC junto com a remuneração salarial durante o período do contrato. “Conforme a lei trabalhista, o contrato de aprendiz é para quem tem entre 16 e 24 anos, está vinculado ao ensino e é remunerado por hora de trabalho. No caso da pessoa com deficiência, não há limitação de idade”, explica a diretora da Secretaria Nacional de Assistência Social (SNAS) do MDS Maria José de Freitas.

A lei também define que pessoa com deficiência é aquela que tem impedimentos de longo prazo (pelo menos de dois anos) de natureza física, mental, intelectual ou sensorial. Os impedimentos podem obstruir sua participação plena e efetiva na sociedade, em igualdade de condições com as demais.

O BPC é um benefício mensal no valor de um salário mínimo concedido ao idoso, com 65 anos ou mais, e à pessoa com deficiência, de qualquer idade, que comprovem não possuir meios para se manter ou cuja família não tenha recursos para mantê-los. Em ambos os casos, é necessário que a renda bruta familiar per capita seja inferior a um quarto do salário mínimo por mês.

O benefício é gerido pelo MDS e operacionalizado pelo INSS. O recurso para pagamento do BPC sai do Fundo Nacional de Assistência Social. A previsão orçamentária para este ano é de R$ 23,1 bilhões. São 3,5 milhões de beneficiários em todo o País, dos quais 1,8 milhão de pessoas com deficiência.

Projeto piloto – Em parceria com a Federação Nacional das Associações para Valorização de Pessoas com Deficiência (Fenapave) e os ministérios da Educação e do Trabalho e Emprego, o MDS realiza projeto piloto do BPC Trabalho em dez cidades, com o objetivo de promover a inserção de pessoas com deficiência, entre 16 e 45 anos, no mercado de trabalho.

Os municípios de São Paulo e Santo André, no interior paulista, executam o projeto desde o ano passado. Nesta quinta-feira (1º), a secretária nacional de Assistência Social, Denise Colin, assinou a ampliação do projeto para mais oito capitais: João Pessoa (Paraíba), Porto Alegre (Rio Grande do Sul), Recife (Pernambuco), Belém (Pará), Campo Grande (Mato Grosso do Sul), Teresina (Piauí), Fortaleza (Ceará) e Curitiba (Paraná).

O BPC Trabalho prevê visitas domiciliares, diagnóstico social e encaminhamento aos serviços da assistência social. Com apoio das entidades socioassistenciais, os beneficiários são avaliados quanto ao potencial de trabalho e suas demandas, identificadas para inserção profissional.

Confira  o novo texto da Lei Orgânica de Assistência Social (Loas) – Lei 8.742

Fonte – MDS

Leia também:

Prefeitura de Poços de Caldas promove curso sobre ...
A Secretaria Municipal de Educação, em parceria co...
Jornalismo e deficiência
Tese será apresentada pelo jornalista Andrei Basto...

153 Responses to “Quem recebe BPC agora poderá trabalhar sem perder o benefício”

  1. Cileia maria p da silva on 30 de novembro de 2012 at 14:53

    SOU DEFICIENTE FISICA GOSTARIA DE SABER SE A POSIBILIDADE DO MEU BENEFICIO VOLTA POIS EU PEDIR PORQUE ESTAVA TRABALHANDO E AGORA ESTOU DESEPREGADA.DESSE JA ACRADEÇO SUAS RESPONDAS.

  2. suelem cristiane dos santos on 4 de dezembro de 2012 at 15:16

    ola o meu filho e defiçiente mental eu recebo o bpc mais o dinheiro não esta dano eu goetaria de faber si eu posso trabalha de carteira assinada ou si eu trabalha eu perco o bpc

  3. junior on 24 de dezembro de 2012 at 14:15

    Olá, sou deficiente fisico e recebo o BPC. Fui aprovado em um concurso publico, gostaria de saber se o estagio probatorio pode ser considerado aprendizagem? Agradeço a resposta.

  4. magno torres on 1 de janeiro de 2013 at 23:57

    OLA GOSTARIA DE SABER SE O LOAS CORTA SE CASO EU COMECE A TRABALHAR DE CARTEIRA ASSINADA ? MORO NA BAHIA E CASO CORTE TENHO POSSIBILIDADES DE VOLTAR A RECEBER CASO FIQUE DESEMPREGADO ? OBRIGADO

  5. Rose on 4 de janeiro de 2013 at 14:41

    Queria deixar meu comentário caso alguma autoridade possa ver, para que repensasse na lei em que a pessoa portadora de deficiencia so receba salario, caso a família receba um quarto do salário mínimo por mês. Toda criança, pessoa… portadora de deficiencia requer um tratamento especial, acho injusto e desumano esta lei. Quer dizer que o deficiente sempre tem que ser pobre, que nunca podera adquirir nada, sempre tendo que receber esta mereca de salario p\ receber esta ajuda, que podera dar mais condições humanas para estas familias, estas crianças? percebemos tantas injustiças, tanto mensalão…acho que esta na hora das autoridades serem mais humanos!
    Falo isso pq tnho um filho portador de deficiencia, sou pobre mais com muito trabalho e ajuda consegui fazer uma faculdade e hoje sou professora act…minha renda ultrapassa e por isso não recebo o beneficio, so que com o meu salario nunca poderei dar assistencia que meu filho merece e adquirir uma vida melhor. Digo lhes uma coisa ” quem nunca passa por esta situação não sabe como é…so vivenciando p\ saber”. Por favor se alguem ler repasse, se alguem puder fazer algo sobre isso faça…eu agradeço do fundo do meu coração e meu filho tb!

  6. maise on 15 de janeiro de 2013 at 22:52

    tenho um filho especial ,o beneficio dele e no meu nome so que um salario minimo nao da pra nada ,gostaria de saber se eu trabalha registrada o beneficio e cortado . agradeco e aguardo resposta;

  7. VALDINEIA GUIMARÃES FERREIRA on 16 de janeiro de 2013 at 10:35

    EU COM DEFISIENTE

  8. Claudio Cezar da Silva on 17 de janeiro de 2013 at 21:20

    oi sou deficiente auditivo fiz curso na área de recpcionista do senac porto velho, gostaria de saber se posso trabalhar no hospital sem perder meu benef´ficio pois ajuda-me muito. Um comentário que se diz vc trabalha perde, que mais esclarecimento sobre o assunto.
    Claudio
    Porto Velho-Ro

  9. camilly on 18 de janeiro de 2013 at 14:15

    olá estou com uma duvida,qud viz o loas de meu filho estava com meu esposo não somos casados na epoca e sim amaseado , mas morava com ele hoje somos separados por corpos oque faço ele hoje trabalha e tem uma renda de 2,500,00 por mes meu filho pode perde o loas mesmo separados.ele paga pensão de 300 reais para os meus dois filho ok faço me ajude pois se corta oque vou fazer porque n posso trabalhar meu filho tem deficiencia itelectual ….

  10. Adriana on 18 de janeiro de 2013 at 18:38

    tenho uma irma deficiente intelectual gostaria de saber se ela trabalhar perde seu beneficio.

  11. Cristiano Ferreira Amurim on 21 de janeiro de 2013 at 22:44

    Óla, sou deficiente fisico e recebo o BPC, gostaria de saber se eu posso trabalhar como aprendiz e quanto tempo posso trabalhar pois tenho 24 anos ou se posso trabalhar com carteira assinada pois tenho fámilia e um salário não dá pra nada. Quero deixar minha opniaõ para está lei,o BPC é só uma ajuda ha mais para a pessoa com deficiencia e não deveria ser cortado se por acasso a pessoa queira trabalhar acho isso injusto pois faço tratamento com remédio e só um custa 80.RS (ointenta reais)assim não dá.Desde já agradeço.

  12. janaina dos santos on 4 de fevereiro de 2013 at 2:04

    Recebo o beneficio da minha filha que é especial, gostaria de saber se eu for trabalhar de carteira assinada eu perco o benficio que esta no meu nome.aguardo resposta.

  13. Rosileia on 18 de fevereiro de 2013 at 12:14

    Esta semana uma Senhora de 65 anos pediu emprego em minha residencia,
    combinamos tudo, só que ela disse que eu não poderia assinar sua carteira poi ela recebe o Beneficio LOAS. Fiquei com medo e preferi não arriscar.

  14. eliane martins soares on 27 de fevereiro de 2013 at 23:19

    Meu filho tem 17 anos receber o beneficio,em seu nome se eu trabalhar de
    carteira assinada ele perde o beneficio.

  15. andressa on 28 de fevereiro de 2013 at 12:16

    ola meu nome é Andressa eu nunca trabalhei gostaria de sabe se por a caso eu for trabalha eu posso perder meu Beneficio? eu queria muito de trabalha mais tenho medo de perder por que esse Beneficio me ajuda muito por favor me responde obrigado.

  16. ANGELA VALERIA RIBAS GOMES on 5 de março de 2013 at 1:39

    EU ACHEI ESTA LEI OTIMA
    Dº DILMA ESTA PENSANDO NOS MOSSOS FILHOS
    PARABENS…………

  17. anita on 8 de março de 2013 at 9:22

    Eu recebo o beneficio da minha filha e queria saber se posso trabalhar de carteira assinada sem perder o beneficio.

  18. julio on 9 de março de 2013 at 15:37

    gostaria de saber se o
    simples ato de se candidatar a uma vaga de empregos,concursos o benéficio é suspendito automaticamnete,pois vivo o medo de muitos portadores;trocar o certo pelo dúvidoso!todos sabemos que que o benéficio é importante, e viramos réfem dessa situçao,porém queremos mais para nossas vidas!

  19. Sandra Rezende neves on 14 de março de 2013 at 9:48

    Oi bom dia, solicito que se puderem me tire essa duvida:conheço um idoso com 65 anos já completo, ele acaba de registrar a carteira de trabalho ele tem um emprego. Neste caso ele pode requer o beneficio assistencialista? O BPC?.
    Fico no aguardo.
    Atenciosamente

    Sandra Rezende Neves

  20. DANI on 25 de março de 2013 at 16:17

    meu filho recebe o BPC por se deficiente mental.Se eu me casar ele perde o benefício?

  21. suzana on 26 de março de 2013 at 14:32

    gostaria de saber se eu começa trabalhar se o meu bpc que esta no nome da minha mãe é cortado

  22. andreia rodrigues de melo on 28 de março de 2013 at 17:10

    gostaria de saber se eu começa trabalhar se o bpc do meu filho é cortado

  23. Cleo on 16 de abril de 2013 at 14:06

    Olá! eu porto uma leve deficiência física, recebo um benefício desde os 11 anos de idade e hoje já estou com 27. Gostaria de saber se eu passar a trabalhar em uma empresa de carteira assinada eu pergo meu benefício?

  24. vangela on 18 de abril de 2013 at 22:12

    ola, boa noite
    tenho uma filha com deficiencia ,eu recebo o seu beneficio,ou seja sou sua responsavel legal e gostaria de saber se eu trabalhar de carteira assinada vou perde o beneficio.agradeço desde ja sua compreenção.

  25. edson on 19 de abril de 2013 at 11:41

    ola o meu filho e defiçiente mental e a minha recebe recebe o bpc mais o dinheiro não esta dando eu gostaria de saber si eu posso trabalha de carteira assinada ou si eu trabalha eu perco o bpc

  26. leandro on 24 de abril de 2013 at 10:27

    ola meu nome é Leandro eu nunca trabalhei gostaria de sabe se por a caso eu for trabalha eu posso perder meu Beneficio? eu queria muito de trabalha mais tenho medo de perder por que esse Beneficio me ajuda muito por favor me responde obrigado……

  27. marlene eugenio da silva on 30 de abril de 2013 at 9:59

    tenho um filho especial,o beneficio dele e no meu nome so que um salario minimo nao da nada,gostaria de saber se eu trabalha registrado o beneficio e cortado?

  28. eva juliana dos santos on 30 de abril de 2013 at 11:32

    meu marido ganha 900 reais por mesregistrado e pago aluguel eu posso perder o beneficio ..

  29. valdemir on 2 de maio de 2013 at 23:32

    sou aposentado mais estou arrumando um trabalho em uma empresa ai se eu entra a aposentadoria vai ser cortada certo e se eu chegar a ser demitido do trabalho eu terei minha aposentadoria novamente ou nao consigo mais a minha aposentadoria obg… aguardo resposta

  30. silvia cristina pimentel menezes on 8 de maio de 2013 at 18:23

    sou beneficiaria do inss com um problema de coluna, tenho 53 anos, estou cursando o 3º periodo de uma faculdade de administração. Minha duvida é:
    Minha professora informaou que como beneficiaria não posso abrir firma e nem trabalhar como administradora, que estou perdendo tempo na faculdade,e nem mesmo prestar concurso pulblico. Gostaria de maiores informações.
    Obrigada

  31. socorro on 9 de maio de 2013 at 21:24

    Boa Noite,

    Preciso de uma informaçâo, tenho uma filha de 16 anos, que e especial e recebe o beneficio do governo federal, em 2013 completei 30 anos de contribuição a minha pergunta é: POSSO SOLICITAR A MINHA APOSENTADORIA POR TEMPO DE SERVIÇO?????

  32. ALEXSANDRA DE SOUZA COSTA on 11 de maio de 2013 at 12:15

    BOA TARDE RECEBO BPC GOSTARIA DE SABER SE EU ARRUMAR EMPREGO REGISTRADO EU PEGOR bpc pois o dinheiro nao ta muito pra sobreviver

  33. ALEXSANDRA DE SOUZA COSTA on 11 de maio de 2013 at 12:16

    posso trabalhar registrado sem peder bpc

  34. vanderlei floriano nunes on 15 de maio de 2013 at 14:18

    porque nao liberar o deficiente fisico para trabalhar registrado sem perder o beneficio,pois o salario e muito pouco para sobreviver, cadeira de rodas e caro, motorizada nem pensar, dizem que cadeira de rodas motorizada e conforto para o deficiente, quem fala uma bobeira dessa e porque nao precisa de uma cadeira se nao a pessoa nao falaria essa abobrinha, motorizada e mais perna para o deficiente, me ajudem a conseguir uma e meu sonho.

  35. ANDREIA RIBEIRO on 15 de maio de 2013 at 22:04

    OLA TAMBÉM GOSTARIA DE SABER SE POSSO TRABALHA DE CARTEIRA REGISTRA RECEBO O BPC NÃO TENHO MAS RENDA ALGUMA SE EU PODER E CONSEGUIR UM TRABALHO QUE É DIFÍCIL PELO PRECONCEITO DE ALGUMAS EMPRESAS E PERDER O BENEFICIO COMO POSSO CONSEGUI-LO DE NOVO DESDE DE JÁ AGRADEÇO.

  36. Emerson on 22 de maio de 2013 at 14:31

    Cade as respostas?

  37. Igor on 22 de maio de 2013 at 22:35

    ola. meu nome é Igor sou deficiente fisico
    tenho o beneficio LOAS, depois que ganhei o beneficio
    terminei o segundo grau parei de estagiar com isso entrei em depressão por nao poder trabalhar mais, o salario é curto.. gostaria de entrar no mercado de trabalho mais ouvir falar que se eu sair do Loas não pode voltar mais.
    Obrigado!!
    Aguardo Resposta..

  38. solange aparecida cost on 24 de maio de 2013 at 9:08

    sou deficiente fisica porque so posso receber a aposentadoria e nenhum beneficio mais como bolsa familia etc gostaria de saber qual sao meus direits sa vivo com apenas um salario minimo sou pobre e nao tenho ajuda de ninguem com quem reclamar meus direitos obrigada

  39. Carla on 3 de junho de 2013 at 20:15

    Acabo de assinar um contrato temporario para ministrar aulas pelo estado. Corro o risco de perder o beneficio do meu filho? E no caso de fazer emprestimo em banco, desses projetos para agricultores meu beneficio pode ser cortado?

  40. luciana on 6 de junho de 2013 at 15:05

    oi meu nome é luciana tenho um filho que recebe o bpc ele tem 7 anos gostaria de saber se posso trabalhar registra pos tenho outros dois filhos e esse dinheiro nao da e tenho medo de perde esse beneficio

  41. camila on 10 de junho de 2013 at 22:31

    minha mãe recebe beneficio por doença mental.. ela tem sindrome do panico.. depreção, não sai sozinha nem resolve nada. até ir á um mercadinho ela não vai sozinha.. emfim, mas ela mora junto com meu padrasto há 14 anos e agora eles querem casar no civil por questões religiosas. ela pode perder o beneficio?

  42. arlene on 18 de junho de 2013 at 18:55

    arlene on 18 de junho de 2013 at18:39 oi a minha filha de 5 anos;recebe o BPC.EU gostaria de saber ser eu for trabalhar ela perderia o beneficio pois esta no meu nome.

  43. Maria das Neves Marques on 21 de junho de 2013 at 12:06

    Estava lendo a questão do BPC quem tem direito e que ja pode arrumar um emprego, desde que a sociedade veja o deficiente como cidadão, sem preconceito, aceitando no mercado de trabalho com igualdade, porque nossa Equiupe CRAS trabalhamos dessa forma orientando direitos e igualdade a todos, mais falando do assunto que a pessoa com deficiencia e que recebe BPC possa engressar no mercado e desde que o INSS o MDS seja qual for ficar ciente que apartir do momento que essa pessoa não estiver trabalhando ele possa ter de volta o seu beneficio, porque o deficiente físico é por toda vida, mesmo trabalhando ou recebendo beneficio a normalidade dele nunca vai voltar, então seria mais viavel a pessoa deficiente tendo o beneficio começa a trabalhar e o pagamento ser suspenso depois é mando embora do trabalho e começa toda a dificuldade para que o deficiente possa ter o BPC de volta, gostaria que fosse bem claro todos os orgãos responsaveis pelo processo que não deixasse os deficientes sem os seus direitos de sobrevivencia e essa responsabilidade nos sabemos a quem cobrar.

  44. talita barasuol funck on 24 de junho de 2013 at 18:16

    meu filho e portador da sindrome de dawn e benificiario mas tenho mais dois filhos e o beneficio não e o suficiente para o nosso sustento se eu assinar a carteira posso perder o beneficio.

  45. Débora on 8 de julho de 2013 at 12:24

    Olá.
    Gostaria de saber se vcs podem me ajudar a esclarecer uma duvida.
    Eu perdi a audição do ouvido direito ainda com 15 anos de idade, hj já estou com 35; durante todos estes anos trabalhei com muita facilidade,embora com muito constrangimento, pq não escuto o q as colegas de trabalho falam comigo qd estou ao telefone.E isso sempre ocorreu em tds os empregos. Hj além deste constrangimento q tenho q passar, agora sou portadora de lupos. Há quase dez anos convivo com esta doença, mais fico afastada do q trabalhando, pq o estres ativa o lupos e então acabo me afastando, e qd volto sou mandada embora do emprego, é a terceira vez em q isto acontesse.
    Quando vou arrumar um emprego não falo q tenho a tal doença para conseguir a vaga, mas como faço o tratamento sou obrigada a confessar sobre a doença. Mas não demora muito pra me dar uma crise lúpica.
    Como não posso parar de trabalhar, gostaria de saber se tenho como me encaixar no quadro de deficiente físico. Pq só assim permanecerei no emprego.
    Ah, outra duvida, quantas horas de trabalho é determinado por lei,para um DF. Se eu conseguisse uma reduçao na jornada de 8,conseguiria trabalhar e o lupos ficar estabilizado, eu acho.
    Resumindo, sou casada tenho uma filha de 3 anos e pago aluguel,ou seja; não posso me dar o luxo de ficar em casa só pra manter o lupos estabilizado.
    Preciso urgente de uma resposta. Por favor me ajudem!
    Desde já, agadeço.

    Sem mais,

    Débora.

  46. Bruna on 9 de julho de 2013 at 10:56

    Tenho uma irma especial de 21 anos sem condicoes minimas de trabalhar, minha mae por vez esta na mesma situacao, ela (minha mae) nao pode trabalhar por que ela cuida da minha irma 24 horas por dia, o unico beneficio que elas recebem e o LOAS.
    E muito, muito dificil de acreditar que nunca ninguem pensou nas milhares de maes na mesma condicao que minha mae.
    Sao 24 milhoes de deficientes.
    Alguns exemplos em outros paises:
    Noruega: o governo se encarrega de levar e trazer a pessoa com deficiencia para qualquer tratamento que esse precise, e se os pais nao estao satisfeitos com o transporte publico, o governo noruegues compra um carro pra familia, nao e maravilhoso?
    Irlanda: 50 mil Euros (aproximadamente 125 mil reais) para os pais por ano para que paguem por escola e beneficios.Os pais decidem como gastar esse dinheiro, simples nao?
    Uma outra coisa interessantissima e a falta de Camphills (comunidade de pessoas especiais) no brasil, os Camphills sao comuns em varias partes do mundo (Europa em geral, Estados Unidos, Nova zelandia, Australia)
    Isso sao so alguns exemplos, sem contar com a qualidade de terapias gratuitas, escolas…. procure saber mais, se informe, e cobre dos politicos.
    A vida de pessoas especiais ja e dificil o suficiente sem a burrocracia que vivemos, de uma vez por todas precisamos dar a melhor vida possivel para os nossos deficientes.
    Se voce acha que eu estou exagerando ao citar outros paises ricos? Noruega sao 50% de imposto pagos, Brasil e 40% entao por que estamos tao longe de uma realidade decente?

  47. Aline on 9 de julho de 2013 at 15:31

    Oi meu nome é Aline,meu filho recebe o BPC pois ele tem uma deficiencia fisica e como ele é menor eu sou representante legal dele ou seja o cartao e a conta estao no meu nome o que eu queria saber é que se eu assinar a carteira ele perde o beneficio uma vez que no banco onde eu recebo fui informada que o beneficio é permanente..obrigada

  48. maiara on 10 de julho de 2013 at 23:11

    ola meu nome e Maiara , tenho um filho com 2 anos ele recebe o bcp . como eu sou representante legal dele ou seja o catão e conta e no no meu nome o que eu queria saber se eu assinar a carteira ele perdi o beneficio uma vez no banco onde recebo informou que o beneficio e permanente …obrigada

  49. eliane sales batista on 11 de julho de 2013 at 14:07

    Boa Tarde, tenho um filho com 20 anos que tem o beneficio do LOAS, gostaria de saber se posso trabalhar com carteira assinada, pois tenho três filhos e o dinheiro não dá para nada, se possivel me responda, grata pela atenção.

  50. carolina on 12 de julho de 2013 at 18:19

    olá boa tarde..gostaria de tirar uma duvida,minha mãe vai fazer 65 anos nunca casou mais teve 4 filhos,tres de nos somos fucionarios publicos e um e desempregado nunca trabalhou de carteira assinada e é o unico que mora com ela em uma casa propria e ela nunca trabalhou de carteira assinada e nao recebe nenhum tipo de remuneração ela tem direito ao loas ou por nos tres que somos fucionarios publicos mesmo nao morado com ela.

Enviar comentário