Desigualdade social e diversidade cultural na infância e na juventude

sexta-feira, março 26, 2010
Ilustração de carta simbolizando o e-mail.

Envie por e-mail





Envie por e-mail | Aumentar a fonte do texto. Diminuir a fonte do texto. | Por Equipe Inclusive

A dica de leitura da Inclusive dessa semana é o livro de Marcos Cezar de Freitas, Desigualdade social e diversidade cultural na infância e na juventude. Publicado em 2006, o livro é um apanhado de cenários sobre o universo da infância e juventude no Brasil. Veja abaixo a apresentação preparada pela Editora Cortez.

_____________________


Este livro de Marcos Cezar de Freitas fecha a trilogia inaugurada com a publicação de História Social da Infância no Brasil e continuada na publicação do livro Os Intelectuais na História da Infância. Para este terceiro volume foram organizados vários “observatórios” da infância e da juventude, distribuídos no livro com o objetivo de analisar cenários da desigualdade social; cenários da diversidade cultural; cenários da escola e cenários internacionais. Apresenta ainda uma rica pesquisa iconográfica e seus capítulos, abordam predominantemente a segunda metade do século XX.

Autor: Marcos Cezar de Freitas
Editora :
CORTEZ
Páginas : 416
Publicação : 2006

Veja onde comprar no Buscapé
ou busque na Biblioteca mais próxima de você, encontre-a aqui.

Leia também:

Boaventura de Sousa Santos debate em Porto Alegre
A Câmara Municipal de Porto Alegre lança no dia 10...
UNICEF lança sistema de monitoramento sobre a situ...
Está no ar o site UNICEF InfoCriança, que é um sis...

Tags:

2 Responses to “Desigualdade social e diversidade cultural na infância e na juventude”

  1. LUCIMARA DO ROCIO ROCHA on 13 de dezembro de 2010 at 16:21

    OI GOSTARIA DE ESTAR SE POSSIVEL RECEBENDO UM BREVE RESUMODO DO LIVRO:DESIGUALDE SOCIAL E DIVERSIDADE CULTURAL PRECISO FAZER UM TRABALHO

  2. William on 17 de outubro de 2014 at 11:41

    Professor Marcos César foi um dos principais e mais dedicados Diretores da Unifesp.
    Porém seu modo de pensar não estava de acordo com a forma de pesar com a maioria dos alunos do campus. Provocando diversos protestos.

Enviar comentário